NÓS QUEREMOS O NOSSO FLAMENGO DE VOLTA!


Este é um protesto para que os jogadores e diretoria entendam que nós queremos o nosso time vibrando, lutando, correndo, mostrando raça e dedicação, não este bando que temos hoje.

Voltar para lista de conteúdos

As férias londrinas

Segunda, 30 de julho de 2012 por Alexandre Fernandes | tag Vergonha, incompetentes, desconfortável situação

Outra goleada agredindo as tradições rubro-negras. Na tabela de classificação mudamos de página e não consigo mudar a página desse assunto desagradável. Já ocupei esse espaço muitas vezes para falar do meu orgulho de ser rubro-negro. Esse ninguém tira. Mesmo maltratado por gestões infelizes, a história do Flamengo e a infinidade de títulos conquistados fazem o Flamengo maior do que tudo isso. Hoje sou forçado a reconhecer a gravidade da situação. Embora em suas férias londrinas a presidente ignore, o momento é crucial. Trocamos de técnico, mas o elenco permanece o mesmo. As dificuldades se repetem jogo a jogo, os resultados dependem mais dos defeitos adversários do que das nossas virtudes. Os oponentes tradicionais, os mais cotados, nos venceram com alguma facilidade. Para os mais fracos perdemos pontos irrecuperáveis, com direito a ouvi-los lamentando empates como fez a Portuguesa. O técnico luso afirmou que "jamais enfrentaremos de novo um Flamengo tão debilitado".

Sente vergonha quem tem vergonha. Considero inadmissível, salvo por doença grave, uma presidente se ausentar depois de se omitir tanto. Nesse caso, o Flamengo está muito doente e não pode pedir licença de seus sintomas. Seguimos em mar revolto e à deriva, esvaziando o barco com uma canequinha insuficiente para dar vazão à quantidade de água entrando cada vez mais. A Imensa Nação Rubro-Negra soma angustiada ponto a ponto, preocupada em alcançar os quarenta e cinco necessários para escapar da degola. Olhamos em volta e não entendemos porque os rivais estaduais se posicionam em outro nível. Ou melhor, sabemos e não aceitamos a impotência de ver o clube entregue a mãos tão incompetentes e despreparadas para a missão de conduzi-lo.

Ao contrário, a principal mandatária, eleita para decidir o destino rubro-negro, se dedica a acompanhar os Jogos Olímpicos, às expensas do Flamengo. Delegou a quem ficou e virou as costas aos problemas, sob argumentos inconsistentes diante de tantos problemas existentes aqui. Enfim, vamos precisar resolver de alguma forma, como já fizemos em situações anteriores. Nosso principal trunfo, a força de nossa torcida, anda intimidado pelos insucessos, estremecido por insistentes erros e omissões da direção. Precisamos mais do que nunca do grito das arquibancadas em todas as partidas. Fora de campo, não podemos prescindir da união de todos os esforços possíveis para tirar o clube dessa desconfortável situação.

Enquanto a presidente em seu passeio de Londres ouve as badaladas do Big Ben, não vejo a hora do nosso pesadelo acabar. Os conhecidos "papagaios de pirata" do Flamengo jamais oferecem algo em troca. Saem nas fotos vitoriosas sem verterem sequer uma gota de suor, sem cerimônia surgem entre os atletas vencedores em qualquer lugar. Possuem cotas de Mantos Sagrados, vestem o material esportivo do clube para pegar carona no prestígio rubro-negro. Os verdadeiros e anônimos rubro-negros aparecem nos momentos críticos, fazendo tudo pelo Flamengo, nada exigindo ou subtraindo do clube. Agora contamos demais com esses. O que você pode fazer para ajudar a mudar esse estado de coisas?

MAGIA NELES!
EQUIPE Magia Rubro Negra
alexandrecpf@magiarubronegra.com.br
TWITTER: @alexandrecpf



Nenhum comentário - Clique aqui e comente



Postar um novo comentário
Nome

Email (não será divulgado)


Digite os números abaixo para poder enviar seu comentário:


SetaSIGA O MAGIA
SetaCOLUNAS
SetaCATEGORIA
Conheça nossa homenagem ao Zico Conheça a TV Magia Twitter Youtube Flickr Facebook