Voltar para lista de conteúdos

Tesouros do Magia 4

Quarta, 30 de dezembro de 2009 por André Costa e Fabrício Mohaupt | tag Tesouros

A Tesouros do Magia desta vez vai homenagear um grande ídolo da nossa imensa Nação, mas pelo conjunto da sua grande obra. O cara é fera e, junto com o Tromba e com o Galinho, formou um dos melhores, senão o melhor, meio-campo da história do futebol. Estamos falando, com muito orgulho, do grande Adílio de Oliveira Gonçalves, ou simplesmente Adílio, ou, ainda, Brown, como era chamado pelos companheiros e amigos do Flamengo, já que era fã de James Brown, chegando a se vestir, a cantar e a dançar como o ídolo

Esse craque nasceu no Rio de Janeiro em 15 de maio de 1956. Chegou ao clube levado pelo amigo Julio Cesar, nosso grande Uri Geller e acabou por disputar 615 partidas, no período compreendido entre 27/04/1975 e 08/06/1987, e por marcar 128 golos. Ainda disputou um jogo em 06 de fevereiro de 1990 contra a World Cup Masters, somando 616 partidas. É o terceiro jogador no ranking daqueles que mais jogaram com o Manto Sagrado, ficando atrás de Júnior e Zico apenas.

Suas conquistas foram numerosas: o Mundial Interclubes de 1981; a Copa Libertadores da América de 1981; os Campeonatos Brasileiros de 1980, de 1982 e de 1983; os Campeonatos Cariocas de 1978, de 1979, de 1979 (Especial), de 1981 e de 1986; as Taças Guanabara de 1978, de 1979, de 1980, de 1981, de 1982 e de 1984; as Taças Rio de 1983, de 1985, de 1986; e os Troféus Ramón de Carranza de 1979 e de 1980.

O Neguinho Bom de Bola, como era apelidado pelo radialista Waldir Amaral, era habilidoso, clássico e era dono de um passe perfeito. Vem de uma época em que o grupo era o mais importante, em que todos eram amigos e apaixonados pelo clube. De uma época em que se jogava pelo prazer de jogar e pelo amor às cores que defendia. Ele chegou ao clube aos seis anos e jogou até chegar aos trinta. Até hoje defende o Vermelho e o Preto, seja em programas de televisão, como o do Tricolor Jô Soares, ou em projetos do clube, como o lançamento da nova revista oficial.

São ídolos como ele que fazem falta nos dias de hoje. Ídolos profundamente identificados com o clube e que o amam acima de tudo. Adílio chegou ao Flamengo aos seis anos de idade, ou seja, em 61; e faz parte da vida do clube até hoje, o que significa dizer que são quase cinquenta anos vivendo o Mais Querido. Sua amizade com o Julio Cesar e suas histórias são de arrepiar, quem viu a entrevista dos dois ao Jô sabe. Adílio é um daqueles craques que faz valer o refrão "Raça, amor e paixão". Por tudo isto, ele é um Tesouro do Magia!

Se quiserem ver a bela arte do André em tamanho maior, cliquem aqui.

MAGIA NELES!!!
EQUIPE
Magia Rubro Negra
andre@magiarubronegra.com.br
fabricio@magiarubronegra.com.br



Nenhum comentário - Clique aqui e comente



Postar um novo comentário
Nome

Email (não será divulgado)


Digite os números abaixo para poder enviar seu comentário:


SetaSIGA O MAGIA
SetaCOLUNAS
SetaCATEGORIA
Conheça nossa homenagem ao Zico Conheça a TV Magia Twitter Youtube Flickr Facebook